domingo, setembro 09, 2007

Saudades de Angola

Eis que passado um ano do desaparecimento físico de Raul Indipwo, se cumpre uma parte daquele que foi um projecto inacabado do malogrado artista.

Tal como já tinha referido por aqui, um DVD com a história do Duo Ouro Negro era um objectivo traçado há muito pela última metade deste duo, desejo esse que não se chegou a concretizar em vida, infelizmente.

O DVD+ CD foi realizado em parceria com a Valentim de Carvalho e Vídeos RTP, sob a etiqueta Som Livre.

O CD apresenta algumas músicas nunca reeditadas em suporte digital, e o DVD busca algumas das imagens disponíveis nos arquivos RTP.

Algumas entrevistas recentes de Indipwo ajudam-nos a situar na história do Duo Ouro Negro, bem como actuações ao vivo dos dois artistas, passando pela opereta Rua d’Iliza, e ainda algumas entrevistas a Bonga, Eleutério Sanches, Sara Chaves, Eduardo Nascimento, Ana Maria Mascarenhas, Zézé M’Gambi, e claro as músicas com vídeos...

Passando à crítica, numa primeira visualização fiquei desiludido, e até irritado pela falta de rigor e profissionalismo que um projecto deste implica. Começa pela música que dá nome ao trabalho em mãos, pois o nome da música é Nocturno e não Saudades de Angola como decidiram chama-la!

Mas não fica por aqui. DVD adentro deparei-me com uma galeria de álbuns bastante pobre, face aos inúmeros registos do Duo Ouro Negro, e como se não bastasse ainda colocaram uma foto enganada.... Duo Orpheu nada tem que ver com Duo Ouro Negro senhores!

Mas passando isso à frente, reviver imagens deste grupo deixa-me sempre com as pupilas dilatadas em frente da televisão, apesar de ficar desgostoso com a compilação de imagens que introduziram em alguns vídeo-clips, resumindo-se a 2 espectáculos ao vivo do final da carreira dos músicos, e direi, imagens (aleatórias) de cenas do quotidiano em Angola.

Podiam ter ido rebuscar no pó do arquivo, imagens mais antigas de actuações ao vivo em TV, como os festivais da canção em que participaram (3 no total), e até o espectáculo Blackground emitido pelos estúdios do Lumiar em 1970....

Ficou pobre, parece-me que pretendem apenas vender de forma fácil em vez de produzir um DVD bem enquadrado em biografia, actuações ao vivo e entrevistas.

Por outro lado, tenho que dar os parabéns pela iniciativa, e perdoem-me o espírito crítico ou exigente que coloco nestas palavras.

Queremos mais!

Nocturno

Etiquetas: ,

3 Comments:

Anonymous Alcides Varela said...

Eu cresci an companhia do Raul e do milo,e mantivemos sempre em contacto,e 1968 tive que sair de Angola e fui para o Congo e em 1974 vim para o Canada e quando eles vieram actuar em Toronto estviveram dois dis em minha casa
Tenho o primeiro disco que emitiram,com uma dedicatoria em que os dois assinaram.Tambem,em 2000 fui passar uma semana na sua manssao.Nao ha palavras para expressar a saudade apreciacao e respeito por esses dois verdadeiros que espalharam o nome e musica de Angola com tanto coracao.

15 de setembro de 2007 às 21:52  
Blogger Ó said...

antes de mais obrigado pelo contributo aqui neste espaço.
É sempre bom saber que há pessoas que admiram a obra que o Duo Ouro Negro deixou, e que sobretudo guardam boas recordações deles.
Embora muitos tenham sido injustos, hoje são "obrigados" a reconhecer que eles foram os primeiros a dignificar a cultura Angola, a um nível impar.
São estrelas raras numa constelação única!
Volte sempre, é bem vindo.

19 de setembro de 2007 às 21:30  
Blogger António Araújo dos Santos said...

Algúem poderá informar-me em qual album está o Nocturno do Dou Ouro Negro.
E será que alguém me pode enviar esta fantástica música em ficheiro, pois estou farto de percorrer discotecas e não a consigo.

8 de abril de 2009 às 15:32  

Enviar um comentário

<< Home