terça-feira, fevereiro 20, 2007

Saudade de Milo

Milo Mac Mahon falecera prematuramente aos 45 anos, na quarta-feira de cinzas de 1985, deixando mais de 25 anos de carreira e muitas, mesmo muitas histórias para contar.

Nasceu em Benguela, mas foi em Sá da Bandeira (Lubango) que iniciou a sua carreira aos 17 anos, tocando o seu violão. Entretanto foi trabalhar como regente agrícola para o Norte de Angola, e na antiga Vila Carmona (Uíge), encontrou um amigo de infância de Benguela, chamado Raúl.

Raúl Aires Peres era tesoureiro de uma firma de Luanda, e deslocava-se frequentemente a Malange, o gosto pela música era idêntico ao de Milo, e assim numa festa acidentalmente acabaram por tocar juntos, e o espanto dos presentes surpreendeu de tal forma os dois músicos que nasceu assim este grupo. Foi o início de uma carreira fulgurante, no Uíge para o Rádio Clube do Congo Português, onde foram baptizados de Ouro Negro, do Uíge para o Cinema Restauração em Luanda (1957), de Luanda para Lisboa (1959), de Lisboa para o Mundo (1960). E garanto-vos que não é exagero, percorreram todos os países do Mundo, à excepção de 3 países da América Central. O resto já todos conhecem, tiveram dezenas de sucessos, e tornaram-se verdadeiras vedetas internacionais. Como tal, fechavam quase sempre todos os espectáculos, e normalmente o cansaço já se tinha apoderado dos cantores. Era aí que o Milo soltava a sua piada “Vamos matar o porco?” E lá iam eles fechar mais um espectáculo, tanto aqui como no Brasil, ou no Japão. Não era por acaso que Raúl o descrevia muitas vezes como um autentico “bonacheirão”, um “tipo porreiro”, e “muito bem disposto”.

O último trabalho discográfico de Milo foi o LP “Aos Nossos Amigos” que ficou pronto no final de 84, infelizmente um edema, não permitiu que Milo fizesse a sua derradeira digressão, vindo a falecer no dia 20 de Fevereiro de 1985. Faz hoje 22 anos.

Kalunga Milo!

Último Amigo - Duo Ouro Negro

Etiquetas:

4 Comments:

Anonymous João MacMahon said...

Ó
Parabens pelo blog.Tens verdadeiras reliquias aí contigo, eu não me importaria de ter algumas das musicas que estão em varios sigles que aqui colocas. Foi a saudade e a curiosidade que me levou a pesquizar algo sobre o Milo, ja que fez mais um ano sobre a sua ausencia.
João MacMahon

24 de março de 2007 às 10:35  
Blogger Ó said...

'Amigo' João, muito obrigado pelo comentário. Tento manter viva a memória do Duo Ouro Negro, que tanto merece. A vantagem dos artistas é mesmo nunca 'morrerem', e o Milo será sempre um mito.
Não sei se és da mesma família dele, dado o apelido, mas será sempre um motivo de orgulho. Da minha parte não terei qualquer dificuldade em arranjar músicas. Contacta-me por email, que estou sempre à disposição.

Um abraço

25 de março de 2007 às 23:29  
Blogger Márcia Lessa said...

Olá, não tinha conhecimento deste lindo blog sobre o Duo Ouro Negro.
Se possivel, gostaria de entrar em contacto com a pessoa que gere o blog, sou responsavel por um projecto de homenagem ao duo ouro negro e gostaria de ter mais informações sobre o Duo. O meu contacto é manueldoliveira@manueldoliveira.com.
Muito obrigado.

2 de dezembro de 2009 às 17:21  
Blogger Márcia Lessa said...

Olá, não tinha conhecimento deste lindo blog sobre o Duo Ouro Negro.
Se possivel, gostaria de entrar em contacto com a pessoa que gere o blog, sou responsavel por um projecto de homenagem ao duo ouro negro e gostaria de ter mais informações sobre o Duo. O meu contacto é manueldoliveira@manueldoliveira.com.
Muito obrigado.

2 de dezembro de 2009 às 17:21  

Enviar um comentário

<< Home